terça-feira, 9 de maio de 2017

Justiça decide nesta terça se depoimento do ex-presidente Lula será adiado


O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) deverá decidir nesta terça-feira (9) se acata ou não pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar o depoimento previsto para esta quarta (10). Os advogados do petista alegam que é necessário pelo menos três meses para anlisar documentos da Petrobras, que juntos somam cerca de 100 mil páginas e foram incoporados ao processo no final de abril. O pedido da suspensão dos prazos do processo em habeas corpus ajuizado foi feito nesta segunda (8). De acordo com O Globo, os advogados dizem que não tiveram acesso a documentos da estatal que estariam relacionados a três contratos com a OAS, alvos de investigação no processo. Lula é apontado como destinatário de um tríplex no Guarujpa, litoral paulista, como contrapartida por conseguir os acordos da OAS com a Petrobras. O advogado Cristiano Zanin Martins disse que solicitou os dados em outubro do ano passado. O juiz Sergio Moro rejeitou o pedido de inclusão dos dados inicialmente, mas depois permitiu que as peças entrasse no processo entre 28 de abril e 2 de maio. BN


Nenhum comentário:

Postar um comentário